Vale a pena estudar inglês no exterior?

Será que vale a pena passar 1 mês estudando inglês em outro país?

A resposta a esta pergunta tem várias camadas, mas em geral, sim! Vale fazer o investimento.

Mas, espere um pouco antes de comprar a passagem. Para que este tempo fora do Brasil faça uma boa diferença no seu aprendizado e compense o investimento, é preciso levar em consideração alguns detalhes:

– Seu nível atual no idioma seus objetivos;
– Sua disciplina;
– A cidade destino;
– Sua rotina e mais algumas coisas.

Em resumo, eu aposto que um mês estudando fora do Brasil valerá a pena se você…

1) Já tiver uma boa base no inglês.

Sim, isso fará bastante diferença. Se você já tem uma boa base no inglês, poderá se comunicar com os locais, praticará muito mais e a viagem valerá muito à pena. Além do mais, as turmas mais avançadas tendem a ter menos alunos e você terá experiências mais enriquecedoras interagindo com colegas que já falam um pouco de inglês e com os professores, que lhe ensinarão muito mais vocabulário.

Se você não sabe nada de inglês, é melhor estudar por um tempo antes de se matricular num curso no exterior.

2) Escolher um destino diferente (um lugar com poucos brasileiros…)

Esta é uma das chaves. Mas, na prática…

Todo mundo vai lhe dizer: fuja de brasileiros e cole nos locais. É um conselho batido, mas na prática, a história é diferente. O fato é que brasileiro é um bicho que existe em toda parte. Você levantou a pedra e está lá o brasileiro. Não é fácil fugir deles não.

Além do mais, existe uma identificação instantânea muito forte quando você encontra um brasileiro no exterior. É como um imã. Será difícil desgrudar dele.

Por isso mesmo, o ideal é escolher destinos pouco procurados, e ir em épocas menos atraentes.

Você perde um pouco por um lado, mas ganha muito em outro.

—x—

Prefere ver o vídeo? Clique abaixo. Ou continue a ler o artigo abaixo do vídeo.

3) Praticar com os nativos.

Se você foi para o exterior estudar, foi para praticar com nativos, certo? Então tem que tentar perder a timidez e ir ao encontro deles, puxar papo e ser cara de pau de verdade. Só assim você fará amigos e conseguirá melhorar o seu inglês com velocidade. Praticar com os colegas da escola também conta e é socialmente importante. Mas tente “sumir” por um par de horas todos os dias e buscar contato com os locais. Se gosta de esportes, jogue com os locais, se gosta de xadrez, o mesmo… Qual o seu hobby? Fotografia, pintura, música? Busque fazer lá o que faz no Brasil, e também tente experimentar algo novo. Quem sabe se matricular num curso de culinária?

4) Estudar depois das aulas.

Você vai receber deveres de casa. Não deixe nada acumular e estude todos os dias depois da aula, ou à noite, em casa. Aproveite para ler o jornal todos os dias para entender melhor a cultura local e aprender bastante vocabulário. Ler o jornal também será útil pois você terá mais assunto para conversar com os locais.

5) Aprender o vocabulário das ruas.

Tente ser o Bob esponja. 🙂

Use o seu celular para fotografar placas e anotar vocabulário novo enquanto passeia pela cidade. Você ficará impressionado com o quanto pode aprender desta forma.

Fique atento a tudo que está escrito nas placas, nas conversas das pessoas na parada de ônibus e nos restaurantes.

6) Faça um trabalho voluntário

Se houver esta chance, não a deixe passar. Esta seria uma ótima oportunidade de fazer algo pelo próximo, e ao mesmo tempo aprender bastante inglês.

Um abraço e até a próxima.

Miguel Kieling